Blog – O Ensino à Distância –

Novembro 20, 2008

O relacionamento Docente-Aluno no ensino à Distância – Debate

Filed under: ensino à distância - debates — andreianunes @ 4:22 pm

Coloco a seguinte questão para debate entre a turma e possíveis interessados.

      

     No ensino à distância será prejudicial o relacionamento mais distante ente docente-aluno? Será que existe esse afastamento? Se sim, diga possíveis soluções para diminuir ou até potencializar esse “afastamento” em/a favor do aluno.

 

 

 

 

imagem retirada de:

http://www.planetaeducacao.com.br/novo/imagens/artigos/literatura/Professor-aluno-cordas-bambas_03.jpg

4 comentários »

  1. Acho que o ensino à distância só é prejudical nas idades inferiores a 17 anos, ai sim, existe um afastamento porque infelizmente os alunos já não gostam de ir ás aulas já não sentem motivação para tal, mas dever-se-á aplicar o ensino à distância para um aluno que esteja doente ou para acompanhar sempre que necessário a matéria através de documentação fiável que o docente fornece.
    Uma solução é ilucidar ao aluno das novas tecnologias, o que pode fazer com elas, trabalhar mais com o computador e inserir o ensino à distância mas vigiando esse afastamento comunicando com o seu encarregado de educação.

    Agora, nas idades superior a 18 anos penso que não existe um afastamento, bem pelo contrário, muitos dos alunos procuram o docente para explicar algum exercicio proposto num forúm, ou curiosidades em outros aspectos.

    Na minha situação escolar, não sinto afastamento do docente, o ensino à distância ajuda-me no acompanhamento das aulas, da matéria, onde posso vê-la a qualquer hora não perco informaçao (apontamentos) e sempre que necessário peço ajuda pessoalmente ao docente para eventuais trabalhos, dúvidas, temas relacionados ou nao com disciplina ou curso.

    Comentar por julianarocha — Novembro 23, 2008 @ 8:54 pm

  2. Penso que o ensino à distância nos tempos de hoje ainda é visto como um ensino de baixa categoria, isto é, um ensino que não traz tantas vantagens e que não tem nem traz o prestígio do ensino presencial, muito devido ao factor docente-aluno penso eu.
    Muitas pessoas pensam que existe um afastamento entre estes dois elementos e que a ensino torna-se mais difícil ou até menos exigente, por não termos a figura do professor ao nosso lado, porém considero que esta forma de ensino não contribui para uma afastamento mas sim para um estreitamento da relação docente-aluno.
    Assim o aluno tem uma maior flexibilidade de horários e matérias, tal como o docente tem uma maior flexibilidade de ajudar o aluno em qualquer tipo de dificuldade, pois não existindo um local fixo para uma aula o aluno tal como o professor podem dar, rever e pedir a matéria, duvidas etc sempre que possível e necessário.
    Pode não existir tanto um contacto face-to-face, mas existe uma maior disponibilidade e ajuda por parte de ambos.

    Comentar por andreianunes — Dezembro 3, 2008 @ 8:39 pm

  3. Gostaria de felicitar o grupo pela escolha do tema e pelos esclarecimentos que têm postado sobre O Ensino à Distância.

    No caso específico da plataforma Moodle da ESEIG, não podemos falar de ENSINO À DISTÂNCIA, mas sim de APOIO AO ALUNO À DISTÂNCIA. Penso que seja diferente pois não há aulas on-line através do Moodle, nem fazemos testes através do Moodle. No entanto, esta nova forma de ensino ajudou-me imenso. O facto de poder aceder às aulas dadas, tirar dúvidas, enviar trabalhos, aceder à documentação de apoio a partir de qualquer PC, sendo necessário apenas estar ligada à Internet é extraordinário.

    O ensino à distância é útil pois não impõe rigidez de presença física o que permite, por exemplo, tirar uma formação sem sair de casa.

    Penso que o relacionamento docente/aluno no ensino à distância fica prejudicado quando o ensino é feito exclusivamente à distância. Quando é um ensino “misto” (presencial/distância)acho que não é prejudicado mas sim melhorado ou complementado.

    Quando existe afastamento deve-se promover encontros presenciais periódicos de modo a favorecer a relação docente/aluno.

    Comentar por Carina Faria — Dezembro 4, 2008 @ 3:35 pm

  4. Eu penso que não existe um afastamento. O ensino à distancia ajuda muito o aluno, pois ele permite os alunos terem acesso as materias. Os alunos ao terem acesso a este suporte não iram afastar-se do docente o este é um suporte de ajuda para o aluno e o docente. Ambos podem continuar a comunicar, o docente continuara a estar disponivel para ajudar o aluno.

    Comentar por Filipa — Dezembro 23, 2008 @ 6:02 pm


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

site na WordPress.com.

%d bloggers like this: